6 Dicas Para se Livrar das Distrações e Aumentar a Concentração

Se tem uma coisa que é uma pedra no sapato de muita gente é a dificuldade de se concentrar nas atividades do dia-a-dia.

natalia-rosin-dicas-concentracao
foto gentilmente cedida por gratisography

Nós vivemos hoje num mundo ligado 24h, com diversas distrações, excesso de informação e de estímulos. E acho que é isso que cada vez mais suga a nossa capacidade de se concentrar.

Nós temos medo de estar perdendo alguma informação importante, de ficar por fora das últimas notícias (mesmo que sejam notícias da vida dos outros) e com isso toda hora paramos pra dar “aquela olhadinha” na timeline.

Concentração é uma prática. É como um músculo que precisa ser trabalhado. Se você está sempre parando algo importante que está fazendo no momento para atender outra coisa, adivinha só? Esse é o padrão do seu estado de atenção e, como um hábito, vai ficando cada vez mais difícil de quebrar esse padrão.

Até o momento em que você decide quebrar o padrão. O que não é fácil, é como se você estivesse lutando contra a força da gravidade.

A nossa atitude de escolher focar nossa atenção em uma única coisa talvez seja a decisão mais importante que podemos tomar para retomar o controle sobre ela, para trabalhar a concentração.

Mas fiquei pensando em algumas estratégias que podemos adotar pra nos ajudar a exercitar esse músculo todos os dias.

1) Use um timer

Você conhece a técnica Pomodoro? Ela é baseada na ideia de dividir o trabalho em períodos de 25 minutos (chamados de “pomodoros”). A cada 25 minutos, dá-se uma pausa de 5 minutos. Depois de 4 pomodoros, dá-se uma pausa maior, de 15-30 minutos.

Eu não sigo a técnica, mas sou muito fã de usar um timer para definir blocos ininterruptos de trabalho, que pra mim geralmente são de 60 minutos. O timer que eu mais gosto de usar é o E.ggtimer, porque ele é super simples e, o que é mais importante pra mim, mostra a contagem na aba do navegador, então eu consigo acompanhar em que pé está o meu tempo.

A ideia por trás do timer é que ele cria em você a responsabilidade de executar a sua tarefa sem perder tempo com distrações. O que acontece quando nos distraímos é que não vemos o tempo passar, certo? Com um timer não tem desculpa.

2) Meditação ou Tempo Silencioso

Eu nunca tinha meditado até cerca de 1 ano atrás. Eu achava que não era pra mim, que não funcionava, que eu tinha mais o que fazer. Na verdade, eu tinha até um certo preconceito.

Até que eu resolvi experimentar.

Meditar diariamente ajuda a trabalhar a respiração, desacelerar, diminuir os níveis de estresse e aumentar a capacidade de focar melhor nas atividades.

Se você quiser começar na prática de meditação, sugiro os apps Calm.com e Headspace. Eu costumo dizer que eles são apps pra pessoas que não gostam ~da ideia~ de meditar. As meditações guiadas são ótimas para aprender o que é meditação de verdade.

Mas se não for mesmo a sua praia, experimente ter um tempo silencioso todos os dias, de 10 a 15 minutos, onde você feche os olhos e respire, sem fazer mais nada. Só essa pausa vai ajudar a recalibrar sua mente e diminuir a velocidade do dia-a-dia.

3) Evite multitarefar

Já vou logo acabando com a sua alegria: Multitarefar é um mito.

Eu sei que todo mundo adora se gabar de conseguir ser multitarefa (mulheres, ouvi um amém?), mas preciso mesmo te falar a verdade: Nosso cérebro é incapaz de multitarefar.

O que ele faz é alternar as tarefas, num vai e vem tão rápido que a gente tem a sensação de que está fazendo duas coisas ao mesmo tempo. O problema é que essa anternância gera um custo alto para o seu cérebro e para você.

4) Cuide do seu corpo

A melhor forma de ter a chance de controlar a sua concentração é cobrir o básico: Estar descansado, dormindo as horas de sono necessárias. Alimentar-se bem, com menos industrializados, menos alimentos com alto teor glicêmico e mais alimentos frescos, ou seja, comida “de verdade”. Movimentar o corpo, fazendo algum tipo de exercício físico frequente, seja corrida, caminhada, alongamentos ou exercícios de força.

Quando você cuida do seu corpo, gera energia para manter seus níveis de atenção altos. Estar cansado afeta seu poder de decisão e força de vontade (para resistir às distrações).

5) Controle seu ambiente

O máximo que você puder.

Feche a porta do homeoffice, converse com as pessoas com quem você trabalha ou convive e estabeleça alguns limites, use fones de ouvido.

Trabalhe ouvindo músicas que potencializam a concentração e foco. Um recurso muito legal que eu sou fã é o focus@will. Ele é basicamente um serviço de stream de músicas desenhado especialmente para aumentar a concentração, com uma neurociência por trás disso. Nesse link você tem oportunidade de testar o trial + 10% de desconto na assinatura do serviço.

Comece o trabalho com tudo que você vai precisar para o dia preparado e de fácil alcance. Limpe e organize sua mesa todos os dias, ou pelo menos frequentemente, para que a bagunça visual do ambiente não te atrapalhe.

6) Bloqueie sites que te distraem

Pra você que é viciado em alguns sites no modo hard, dá pra usar alguma ajuda inicial de alguns serviços que bloqueiam os sites.

Algumas sugestões:

  • Anti-Social (Mac ou Windows). Você pode escolher que sites quer bloquear e por um bloco definido de tempo. Já usei e funciona muito bem.
  • Kill News Feed (Chrome) ou Kill FB Feed (Firefox). Essas são extensões de navegador para bloquear a timeline do facebook, todas as outras funções do site continuam ativas. Uso a extensão pra Chrome e adoro, agora só entro no Facebook pra fazer o que preciso fazer e não me perco na timeline infinita. Quando tenho algum tempo entre compromissos, dou uma olhada na timeline no app de iPhone, e pronto.

Mas o ideal mesmo é que você com o tempo desenvolva a atitude de escolher não dar atenção às distrações.

E é como eu falei lá no início: Concentração é uma prática. Precisamos trabalhar todos os dias para reverter o nosso padrão, e depois conservá-lo. Fica mais fácil uma vez que você retoma o controle sobre a sua atenção, mas é algo que você precisa manter.

Pergunta: Quais são as coisas que mais tiram a sua concentração no dia-a-dia?


dicas-achar-paixao-natalia-rosin-rodape-post-3

  • André Valle

    Pois é, este é a ainda a minha grande luta. Tenho DDA, mas eu sei que tenho melhorar independente da medicação. Eu sei que só depende de mim.

    Muito agradecido pelas dicas!

    Abraço,

    André L. D. Valle